Til

Aspeto mover para a barra lateral ocultar O til.

O til ou tilde (~; plural tis, tiles ou tildes) é um sinal diacrítico que serve para nasalar/ nasalizar as vogais. Em português, utiliza-se sobre o a (ex: melão) e o o (ex: melões) e muito raramente no português arcaico (galego-português) sobre outras vogais também, por exemplo nas palavras mũito, ruĩ (ou seja ruim) e ẽarcar, ẽarcado e desẽalmado. Estas últimas ainda surgem em alguns dicionários portugueses modernos.

Historicamente, o til era uma abreviatura da letra n ou m em posição de travamento silábico, escrito por cima da linha. Em latim, por exemplo, "Cũ ejusdẽ diligẽtissime" (cum eiusdem diligentissime). Em português, essa indicação passou a designar um sinal de nasalização. A referência mais antiga à definição do til é do século XVI na Gramática de João de Barros.

O til utiliza-se também nos seguintes idiomas:

Emprego

Português

Em português, o til põe-se sobre as letras a e o para indicar vogal nasal.

Pode aparecer em sílaba:

Outros exemplos:

Se a sílaba onde figura o til for átona, também é necessário grafar com acento agudo a sílaba predominante, a exemplo de "órfãos" e "acórdão".

Galego-português

Em galego-português, o til era usado em hiatos de uma vogal nasal seguida de outra vogal.

E em abreviaturas de consoante que indica nasalização. Por exemplo: cõ, abreviatura de con (com).

Ver também

Referências

  1. Ciberdúvidas/ISCTE-IUL. «Plural de til - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa». ciberduvidas.iscte-iul.pt. Consultado em 19 de julho de 2017 
  2. «PLURAL DE - "TIL" -». Recanto das Letras 
  3. «Plural de til». Dicio 
  4. Ciberdúvidas/ISCTE-IUL. «Til, de novo - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa». www.ciberduvidas.com. Consultado em 19 de julho de 2017 
  5. Anazarbos.), Dioscorides Pedanius (of (1523). De medica materia libri sex, interprete Marcello Virgilio. Cũ ejusdẽ annotationibus, nuperque diligẽtissime excusi. Consultado em 17 de novembro de 2008