Wrexham Association Football Club

Wrexham
Nome Wrexham Association Football Club
Alcunhas The Red Dragons
The Robins
Mascote Wrex the Dragon (Dragão)
Fundação Outubro de 1864 (160 anos)
Estádio STōK Cae Ras (Racecourse Ground)
Capacidade 12.500 (Esportes - incluindo o Kop temporário) e 21.000 (Shows)
Localização Wrexham, País de Gales
Proprietário(a) RR McReynolds Company LLC (Rob McElhenney e Ryan Reynolds)
Treinador(a) Phil Parkinson
Patrocinador(a) United Airlines
HP Inc.
Material (d)esportivo Macron
Competição EFL League Two
Website http://www.wrexhamafc.co.uk/

O Wrexham Association Football Club (em galês: Clwb Pêl-droed Wrecsam) é um clube de futebol da cidade de Wrexham, no País de Gales. Fundado em 1864, é o clube mais antigo do País de Gales e o terceiro mais antigo do mundo. O time joga na EFL League Two, o equivalente à 4ª divisão do sistema de futebol inglês. O clube joga suas partidas no Racecourse Ground, fundado em 1807 e com capacidade de 10.500 torcedores.

O clube participou inicialmente de competições amistosas, ingressando pela primeira vez na liga inglesa em 1890. Eles conquistaram quatro títulos combinados e dois títulos da Liga Sênior de Gales. Após inúmeros rebaixamentos e promoções, alcançaram a Segunda Divisão do futebol inglês pela primeira vez, depois de conquistar o título da Terceira Divisão na temporada de 1977–78.

Após o sucesso na temporada de 1978, o clube sofreu com dois rebaixamentos sucessivos, e, com isso, voltou a disputar a Quarta Divisão em 1983, ficando até a temporada de 1992–93, quando conseguiram subir novamente de divisão. Após diversos problemas, foram rebaixados novamente em 2002, vindo a subir novamente na temporada seguinte. No novo século, o clube enfrentou crises financeiras e insucesso no futebol, tendo sua existência ameaçada. Na temporada de 2020–21, o Wrexham teve problemas para pagar salários e contas, e houve preocupações sobre sua sobrevivência. Alguns fatores que levaram a essa crise foram a falta de receita devido a restrições de COVID-19 e a dificuldade de atrair investimentos. Torcedores arrecadaram grandes quantias de dinheiro a fim de que o clube não desaparecesse. Em 2021, após enfrentar dificuldades financeiras, o clube foi adquirido por Rob McElhenney e Ryan Reynolds. A aquisição pelos dois famosos salvou o clube e trouxe recursos financeiros para serem investidos no time e em sua infraestrutura. Desde então, o clube experimentou aumento de sua torcida ao redor do mundo, além de ter melhorado sua situação financeira.

Em 2022, foi lançada a série documental Bem-Vindos ao Wrexham, que documenta os eventos do clube de futebol galês contados pelos proprietários do clube, Rob McElhenney e Ryan Reynolds. A série segue a jornada dos dois empresários como proprietários do clube e seus esforços para revitalizar o time e a cidade de Wrexham. A série também aborda desafios e questões enfrentados pelos novos proprietários, incluindo o gerenciamento de uma equipe de futebol, a promoção do clube e a integração com a comunidade local. A série foi elogiada por sua abordagem engraçada e autêntica da cultura do futebol.

História

1864–1905

O clube foi criado em outubro de 1864 por membros do Clube de Críquete de Wrexham que queriam uma atividade esportiva para os meses de inverno. O primeiro jogo foi disputado em 22 de outubro de 1864 no Campo de Críquete do Condado de Denbighshire contra o Corpo de Bombeiros do Príncipe de Gales.

Como as regras do futebol ainda eram diferentes na época, os primeiros jogos apresentavam equipes com até 17, 16 e 15 jogadores de cada lado, dependendo da região que se jogava. Nestes primeiros anos, o Wrexham foi o líder de uma campanha para restringir as equipes a ter apenas 11 jogadores em campo. Em 1876, a recém-formada Associação de Futebol do País de Gales jogou sua primeira partida internacional, contra a Escócia.

Na temporada de 1877–1878, a FAW (Liga de futebol do país de Gales na época) inaugurou a competição Copa do País de Gales, semelhante a inglesas FA Cup. A primeira final da Copa do País de Gales foi jogada em Acton Park. O Wrexham chegou à final da primeira competição, onde derrotou o Druidas F.C. por 1–0. Por falta de dinheiro da FAW, o Wrexham não recebeu seu troféu até o ano seguinte. Na próxima década, o Wrexham jogaria principalmente amistosos contra a rivais galeses e ingleses, com a Copa do País de Gales tomando a maior parte de seu calendário.

Em 1883, o Wrexham apareceu pela primeira vez na FA Cup. Foi eliminado na segunda rodada da competição onde foram derrotados por 4–3 em casa pelo Oswestry.

Em 1890, o clube ingressou na liga conhecida como "A combinação", jogando sua primeira partida contra o Gorton Villa, em 6 de setembro de 1890, com Arthur Lea marcando o único gol de Wrexham em uma derrota de 5–1. Lea tinha apenas um braço, assim como o colega James Roberts.

1905–1960

O clube permaneceu na liga Combinada até 1905 quando conseguiu vencer a liga quatro vezes. Após várias tentativas mal sucedidas, Wrexham foi finalmente aceito para a Liga de Birmingham e Distrito a tempo do início da temporada de 1905–06. O primeiro jogo de Wrexham nesta liga foi em casa contra Kidderminster Harriers no Hipódromo, 2.000 (dois) mil espectadores testemunharam o Wrexham vencer a partida por 2x1. O clube terminou em sexto na primeira temporada nesta liga.

Durante seu período na Liga de Birmingham e Distrito, Wrexham Football Club venceu a Copa do País de Gales seis vezes, em 1908–1909, 1909–1910, 1910–1911, 1913–1914, 1914–1921. Eles também alcançaram a Primeira Rodada apropriada da FA Cup pela segunda vez na temporada de 1908–09, antes de perder uma partida de repetição por 1–2 para o Exeter City na prorrogação.

Em 1921, o Wrexham foi eleito para a recém-formada Terceira Divisão Norte da Liga de Futebol. O primeiro jogo da Liga foi contra Hartlepools United, no Hipódromo (antigo estádo do clube), na frente de 8 mil espectadores. Jogando com camisas azuis, o Wrexham foi derrotado por 2–0. Na semana seguinte à derrota, o Wrexham viajou para o norte para jogar novamente com o Hartlepools conseguindo vencê-los por 1–0, em uma vitória suada.

Foi nessa temporada em particular que Wrexham alcançou muitos de "seus primeiros recordes" na história do clube, como quando Ted Regan marcou o primeiro hat-trick, e também Brian Simpson se tornou o primeiro jogador do Wrexham a ser expulso em um jogo da Liga de Futebol quando recebeu ordem do campo de jogo contra Southport em janeiro de 1922. Charlie Hewitt foi o primeiro técnico do clube durante esse período.

Durante a Segunda Guerra Mundial, quando longas viagens pela cidade eram impossíveis devido à guerra, Wrexham jogou no Liga Regional Oeste contra equipes locais de Merseyside e Manchester, entre outros na região noroeste. A posição de Wrexham como uma cidade do quartel significava que a equipe poderia garantir os serviços de muitos jogadores e convidados famosos.

Na primeira temporada pós-guerra, o Wrexham igualou sua melhor posição de sempre quando terminou em terceiro na Terceira Divisão Norte. No verão de 1949, o clube fez sua primeira turnê no exterior quando jogou três jogos contra o exército britânico na Alemanha.

O clube chegou à quarta rodada da FA Cup na temporada 1956–57, onde jogou contra o Manchester United e Busby Babes diante de uma multidão de 34.445 pessoas no Hipódromo, que ainda permanece um recorde do clube. A derrota por 5–0 não estragou a ocasião para o grande público doméstico, e mais tarde naquela temporada Wrexham conseguiu vencer a Copa do País de Gales pela primeira vez em 26 anos.

1960–1970

Em 1960, o clube foi rebaixado para a divisão mais baixa pela primeira vez em sua história e caiu na recém criada Quarta Divisão. Mas seus desempenhos melhoraram após a nomeação de Ken Barnes como jogador-gerente. Ele levou o Wrexham à promoção para a terceira divisão em sua primeira temporada no comando e foi um dos responsáveis pela goleada de 10–1 no Hartlepool United, que ainda é um recorde do clube. Dois anos após sua promoção, o Wrexham foi rebaixado para a Quarta Divisão novamente.

1970–1982

Com os clubes galeses agora capazes de se qualificar para o Taça dos Vencedores das Taças da Europa ao vencer a Copa do País de Gales, o Wrexham jogou sua partida inaugural na Europa contra o FC Zurich, na Suíça, em 13 de setembro de 1972, e o jogo terminou em 1–1. Na partida de volta, o Wrexham venceu por 2–1, avançando para a segunda rodada com uma vitória de 3–2 no agregado. A segunda rodada levou o Wrexham contra o iugoslavo Hajduk Split. Ao longo de dois jogos, o placar terminou 3–3 no no agregado, com o Wrexham eliminado da competição devido à regra de gols fora.

Na temporada 1975–76, comandados por Eddie May, o time surpreendeu novamente o mundo do futebol ao chegar às quartas de final dos Taça dos Vencedores das Taças da Europa, vencendo vários adversários de alta qualidade. Na primeira rodada, o Wrexham venceu o time sueco Djurgårdens IF por 3–2 no agregado. Eles então conseguiram vencer o time polonês Stal Rzeszow por 3–1 e contra o campeão belga Anderlecht nas quartas de final, perdendo por 2–1 para os eventuais vencedores da competição.

1982–1992

No verão de 1982, Bobby Roberts foi nomeado novo gerente do clube. O rebaixamento significou problemas financeiros graves, resultando na venda de muitos dos jogadores mais experientes e talentosos. Frank Carrdus, Ian Edwards, Mick Vinter e Wayne Cegieski já haviam saído durante o verão, seguidos por Steve Fox, Joey Jones, Dixie McNeil e Billy Ronson. O Wrexham foi rebaixado novamente para a 4ª divisão. A situação do clube continuou na temporada seguinte, e apenas a diferença de gols impediu o time de ser forçado a ser rebaixado novamente na liga.

Na temporada de 1984-–85, o Wrexham enfrentou o FC Porto na competição europeia. O Wrexham venceu em casa com uma vitória de 1–0, mas na segunda partida o Porto mostrou sua classe e venceu 3–0 após 38 minutos do primeiro tempo. No entanto, o Wrexham recuperou os gols e o jogo terminou em 4–4, com o clube inglês avançando pela quantidade de gols marcados fora de casa. O sorteio da segunda rodada emparelhou Wrexham com o time italiano AS Roma. O Wrexham perdeu por 3–0 nas duas partidas que jogou. O desempenho na liga foi ainda pior do que no ano anterior e, quando Bobby Roberts foi finalmente demitido, o time estava na última posição da liga.

Dixie McNeil oi nomeado gerente interino e renovou o clube, com o Wrexham vencendo 7 de 10 jogos e terminando confortavelmente sem ser rebaixado, o que lhe rendeu o emprego permanente naquele verão. Na sua primeira temporada como gerente, a equipe terminou na posição intermediária em uma temporada média, mas venceu a final da Copa do País de Gales contra o Kidderminster Harriers por 3–2 (1985–86). Ainda em 1986, o Wrexham retornou ao futebol europeu com um empate na primeira rodada contra o time maltês FC Zurrieq, a quem venceu por 7–0 no total, garantindo um empate na segunda rodada contra o Saragoça Real, de 2–2 no total, sendo eliminado com base no gol fora de casa.

Na temporada de 1991–92, o Wrexham ainda encontrava-se em um estado financeiro ruim, enquanto continuava lutando em campo. Com o clube eliminado da Copa da Liga Inglesa e lutando contra o rebaixamento, focou na FA Cup para manter a temporada viva. Tendo batido Telford United e Winsford United, o clube foi jogar contra o campeão da Primeira Divisão da temporada anterior, o Arsenal. O Wrexham produziu uma de suas noites mais memoráveis ao bater o Arsenal por 2–1. Perderam na rodada seguinte para West Ham por 1–0 na partida de volta após o primeiro jogo ter terminado 2–2.

2000–2020

No início do século XXI, o clube estava cheio de muitos problemas fora de campo, com o presidente, Alex Hamilton, tentando despejar o clube do estádio para que ele pudesse usá-lo e vendê-lo para seus próprios fins – a saga envolveu a venda do Racecourse Ground para uma empresa de propriedade de Hamilton. No verão de 2004, Hamilton notificou o clube para deixar o estádio dentro de um prazo de 1 ano.

Os torcedores do clube desenvolveram uma afinidade com os fãs do Brighton & Albion, que conseguiram depor com sucesso o presidente Hamilton, e manter o controle do estádio depois que ele vendeu o terreno nas mesmas circunstâncias. Em 3 de dezembro de 2004, o clube foi colocado em administração financeira pelo Supremo Tribunal em Manchester, com o clube devendo £ 2.600.000, incluindo £ 800.000 para a Receita Federal em impostos não pagos. O Wrexham se tornou o primeiro clube da Liga a sofrer uma perda de dez pontos sob a nova regra, que punia times devedores.

Apesar de seus problemas financeiros, O Wrexham venceu na temporada 2004–05 o Troféu da Liga de Futebol, derrotando o Southend United por 2–0 na prorrogação, na primeira aparição do Wrexham no Millennium Stadium em Cardiff.

Em outubro de 2005, o Supremo Tribunal de Birmingham decidiu que a empresa CrucialMove, de Alex Hamilton, havia adquirido indevidamente a propriedade do terreno e a decisão foi contra ele. Hamilton levou o julgamento ao Tribunal de Apelação de Londres, que decidiu em 14 de março de 2006 que o estádio deveria permanecer nas mãos dos administradores do clube. Em 30 de abril de 2006, os administradores chegaram a um acordo com o revendedor local de automóveis Neville Dickens, sujeito a acordo dos acionistas e credores, para Dickens assumir o controle do clube e de todos os seus ativos.

2020–presente: Novos proprietários

Em novembro de 2020, o ator canadense Ryan Reynolds e o ator americano Rob McElhenney, através da RR McReynolds Company LLC, iniciam as negociações para aquisição do clube. O acordo recebeu o apoio de 98,6% dos dois mil membros votantes do Wrexham Supporters Trust e foi concluído em fevereiro de 2021. O clube foi incluído nos jogos FIFA 22 e FIFA 23 como parte dos times "Resto do Mundo", tornando-se o primeiro clube da National League a ter tal destaque. Na temporada 2021–22, o Wrexham terminou em 2º colocado antes de perder a semifinal do play-off por 5–4 para o Grimsby Town. A equipe também chegou à final do FA Trophy perdendo por 1–0 para Bromley em Wembley Stadium. Após a aquisição, uma série documental chamada Welcome to Wrexham foi anunciada pela FX. A série estreou em 24 de agosto de 2022 no FX on Hulu nos EUA, seguida de um lançamento em Disney + no Reino Unido e na Irlanda. Na América Latina, a série foi lançada na plataforma Star+.

Durante a temporada 2022–23, o Wrexham avançou para a 4ª rodada da FA Cup, se tornando a primeira equipe participante da quinta divisão inglesa a conseguir este feito. Os Red Dragons acabaram eliminados pelo Sheffield United na partida de volta por 3–1. Na National League, o Wrexham rivalizou com o Notts County pela disputa da liderança da liga, com as duas equipes ultrapassando os 100 pontos, algo inédito nesta competição. No jogo de volta entre as duas equipes, o Wrexham saiu vitorioso após uma acirrada partida finalizada em 3–2, conquistando uma importante vantagem de 3 pontos sobre o rival na reta final do campeonato. No dia 22 de abril de 2023, o Wrexham assegurou com uma rodada de antecedência o título da National League vencendo o Boreham Wood em casa por 3–1, sendo o gramado do Racecourse Ground tomado pelos torcedores após o apito final. Com a conquista da liga, o clube garantiu a promoção para a Football League Two, a quarta divisão inglesa, e o retorno do clube à uma liga profissional de futebol após 15 anos.

Estádio

Estádio The Racecourse Ground,Estádio The Racecourse Ground

Desde 1864, o Wrexham manda seus jogos no Racecourse Ground, situado na Mold Road, que é a principal estrada de Wrexham. O estádio fica em frente à área residencial de Maesgwyn, situada entre Universidade Glyndŵr e Estação ferroviária de Wrexham. Em agosto de 2011, a Universidade Glyndŵr comprou o estádio e as instalações de treinamento do clube em Gresford, adicionando seu nome ao estádio, tornando-se Estádio do Hipódromo da Universidade Glyndŵr. Posteriormente, em 2016, o Wrexham Supporters Trust garantiu um contrato de arrendamento de 99 anos no local, e o nome voltou a ser Racecourse Ground. A capacidade é de 10.500 torcedores.

Em junho de 2022, o Wrexham comprou o terreno livre do Hipódromo da Universidade e começou uma reforma no estádio.

Títulos

Nacionais
Troféu Competição Títulos Temporadas
League One 1 1977-78
National League 1 2022-23
Liga de Futebol Inglesa 1 2004-05
FA Trophy 1 2012-13
League North Cup 1 1943-44
The Combination 4 1900–01, 1901–02, 1902–03, 1904–05
Welsh Senior League 2 1894–95, 1895–96
Copa de Gales 23 1878, 1883, 1893, 1897, 1903, 1905, 1909, 1910, 1911, 1914, 1915, 1921, 1924, 1925, 1931, 1957, 1958, 1960, 1972, 1975, 1978, 1986, 1995
FAW Premier Cup 5 1998, 2000, 2001, 2003, 2004
TOTAL
Títulos oficiais 39 39 Nacionais (Inglaterra: 9 / País de Gales: 30)

Elenco

Última atualização: 10 de março de 2023

Legenda


Uniformes

1º Uniforme

Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2019–2020 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2018–2019 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2017–2018 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2016–2017 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2015–2016 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2014–2015 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2013–2014 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2012–2013 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2011–2012 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2010–2011

2º Uniforme

Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2019–2020 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2018–2019 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2017–2018 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2016–2017 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2015–2016 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2014–2015 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2013–2014 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2012–2013 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2011–2012 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2010–2011

3º Uniforme

Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2019–2020 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2018–2019 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2017–2018 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2016–2017 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2014–2015 Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time Cores do Time 2011–2012

Ligações externas

Referências

  1. Randall, Liam. «Wrexham FC Fans To Vote To Accept 1864 Date Change». Wrexham.com. Consultado em 28 de junho de 2012. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2018 
  2. Randall, Liam. «Wrexham FC Fans To Vote To Accept 1864 Date Change». Wrexham.com. Consultado em 14 de outubro de 2014. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2018 
  3. Jones, Peter. «Wrexham AFC History». Consultado em 21 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 15 de dezembro de 2012 
  4. «What Wrexham, Reynolds and McElhenney can learn from Salford City's League Two struggles». ESPN.com (em inglês). 28 de abril de 2023. Consultado em 30 de abril de 2023 
  5. Bagnall, Steve (17 de junho de 2008). «Guinness cheers Racecourse with official record». Daily Post Wales. Consultado em 18 de junho de 2008. Cópia arquivada em 5 de julho de 2015 
  6. a b Naman Ramachandran (20 de julho de 2022). «Ryan Reynolds and Rob McElhenney's 'Welcome to Wrexham': Watch First Trailer for FX, Disney+ Welsh Soccer Club Series». Yahoo Finance. Consultado em 7 de outubro de 2022. Cópia arquivada em 7 de outubro de 2022 
  7. a b «The oldest professional Football Club in Wales». Wrexham AFC. Consultado em 10 de junho de 2022. Cópia arquivada em 15 de junho de 2022 
  8. «Wrexham AFC review of the year». Leader Live. 1 de janeiro de 2021. Consultado em 16 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 16 de agosto de 2022 
  9. «Wrexham AFC». EFS. Consultado em 16 de agosto de 2022. Cópia arquivada em 19 de março de 2023 
  10. Scudder, Jake (26 de setembro de 2022). «Wrexham AFC: The fastest growing club in the world». Soccer Scene.com. Consultado em 23 de abril de 2023. Cópia arquivada em 20 de novembro de 2022 
  11. Portillo, Sam (22 de abril de 2023). «The Americans who've fallen in love with Wrexham amid Ryan Reynolds and Rob McElhenney's Hollywood story». Wales Online. Consultado em 23 de abril de 2023 
  12. Lewis, Aimee; Foster, Matt (23 de abril de 2023). «Wrexham secures promotion in front of jubilant owners Ryan Reynolds and Rob McElhenney». CNN. Consultado em 23 de abril de 2023. Cópia arquivada em 23 de abril de 2023 
  13. «Are Wrexham now a bigger club than Celtic and Rangers?». Nation.Cymru. 9 de março de 2023. Consultado em 23 de abril de 2023. Cópia arquivada em 11 de março de 2023 
  14. Martin, Kerry (19 de maio de 2021). «Ryan Reynolds and Rob McElhenney announce 'Welcome to Wrexham' football club documentary». Yahoo! News. Consultado em 26 de julho de 2021. Cópia arquivada em 20 de junho de 2021 
  15. Ruthven, Graham (8 de março de 2023). «Can MLS grow its fanbase by 'doing a Wrexham'?». The Guardian. Consultado em 23 de abril de 2023. Cópia arquivada em 23 de abril de 2023 
  16. «Wrexham football club could be older than thought». BBC News. 21 de fevereiro de 2012. Consultado em 21 de junho de 2018. Cópia arquivada em 9 de março de 2021 
  17. «Wrexham FC Fans To Vote To Accept 1864 Date Change». Wrexham.com. Consultado em 29 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 29 de outubro de 2021 
  18. «History». Wrexhamafc.co.uk. Consultado em 17 de janeiro de 2014. Cópia arquivada em 15 de dezembro de 2012 
  19. «The History of Wales' Oldest Team». Wrexham AFC. 19 de julho de 2009. Consultado em 17 de fevereiro de 2010. Arquivado do original em 24 de agosto de 2009 
  20. «1877 Welsh Cup Action». Wrexham.gov.uk. Consultado em 24 de fevereiro de 2010. Cópia arquivada em 2 de maio de 2019 
  21. Davies, Gareth; Garland, Ian (1991). Who's Who of Welsh International Soccer Players. : Bridge Books. p. 38. ISBN 1-872424-11-2 
  22. «Wrexham AFC – our story». Wrexham AFC. Consultado em 9 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 4 de dezembro de 2016. 1884 Football Association expels Wrexham for crowd trouble. A month later fans re-form the club as Wrexham Olympic. 
  23. Davies, Gareth; Garland, Ian (1991). Who's Who of Welsh International Soccer Players. : Bridge Books. p. 125. ISBN 1-872424-11-2 
  24. David Conn (5 de abril de 2006). «Wrexham's ordeal exposes home truths». The Guardian. Consultado em 7 de outubro de 2022. Cópia arquivada em 7 de outubro de 2022 
  25. «Timeline: Crisis at Wrexham FC». BBC News. 19 de novembro de 2004. Consultado em 4 de janeiro de 2013. Cópia arquivada em 10 de outubro de 2007 
  26. David Conn (11 de janeiro de 2012). «Wrexham hoping FA Cup run can complete Dragons' rise from the ashes». The Guardian. Consultado em 30 de setembro de 2022. Cópia arquivada em 30 de setembro de 2022 
  27. Winrow, By Ian. «Wrexham relegated» (em inglês). ISSN 0140-0460. Consultado em 30 de abril de 2023 
  28. «Southend United 0–2 Wrexham». BBC Sport. 10 de abril de 2005. Consultado em 30 de setembro de 2022. Cópia arquivada em 2 de agosto de 2017 
  29. Rob Griffiths (4 de maio de 2015). «Wrexham FC'S 2005 LDV Vans win». Daily Post. Consultado em 30 de setembro de 2022. Cópia arquivada em 30 de setembro de 2022 
  30. «Victory in battle for Wrexham FC». North Wales Live. 21 de outubro de 2005. Consultado em 30 de setembro de 2022. Cópia arquivada em 30 de setembro de 2022 
  31. «Ex-chairman loses Racecourse bid». BBC News. 14 de março de 2006. Consultado em 30 de setembro de 2022. Cópia arquivada em 30 de setembro de 2022 
  32. «Dickens in Wrexham buy-out». North Wales Live. 30 de abril de 2006. Consultado em 7 de outubro de 2022. Cópia arquivada em 7 de outubro de 2022 
  33. gameon. «FIFA 22 terá time de Ryan Reynolds». Terra. Consultado em 30 de abril de 2023 
  34. Aled Williams (28 de maio de 2022). «Wrexham 4–5 Grimsby Town». BBC Sport. Consultado em 10 de junho de 2022. Cópia arquivada em 20 de outubro de 2022 
  35. Aled Williams (22 de maio de 2022). «FA Trophy final: Wrexham 0–1 Bromley». BBC Sport. Consultado em 12 de junho de 2022. Cópia arquivada em 30 de maio de 2022 
  36. «"Welcome To Wrexham" Disney+ UK/Ireland Release Date Announced» (em inglês). Consultado em 30 de abril de 2023 
  37. Welcome to Wrexham, consultado em 30 de abril de 2023 
  38. «Sheffield United faz dois gols nos acréscimos do segundo tempo, elimina Wrexham e encerra 'conto de fadas'; VEJA melhores momentos - ESPN Video». ESPN.com. 7 de fevereiro de 2023. Consultado em 30 de abril de 2023 
  39. «Wrexham vs. Notts County - Football Match Summary - April 10, 2023 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 30 de abril de 2023 
  40. «Wrexham faz história, e Ryan Reynolds quebra protocolo: veja imagens da festa do título». ge. Consultado em 30 de abril de 2023 
  41. «The Racecourse Ground». Wrexham AFC. Consultado em 7 de outubro de 2022. Cópia arquivada em 7 de outubro de 2022 
  42. «Glyndwr University to buy Wrexham's Racecourse stadium». BBC Sport. 3 de agosto de 2011. Consultado em 7 de outubro de 2022. Cópia arquivada em 7 de outubro de 2022 
  43. «Glyndwr University is pleased to confirm that the transfer of the Racecourse Ground stadium freehold to Wrexham AFC has been completed.». Glyndwr University. 29 de junho de 2022. Consultado em 7 de outubro de 2022. Cópia arquivada em 7 de outubro de 2022 
  44. «"Great day" as Wrexham Football Club acquires freehold of Racecourse Stadium from Glyndwr University». Wrexham.com. 29 de junho de 2022. Consultado em 8 de outubro de 2022. Cópia arquivada em 7 de outubro de 2022 
  45. «First Team - Wrexham AFC». Consultado em 19 de agosto de 2021. Cópia arquivada em 19 de agosto de 2021