A grande viagem de Marco Polo

Tecnologia

A Grande Viagem de Marco Polo

Marco Polo é conhecido por ter sido um grande explorador e viajante, principalmente por sua famosa viagem à China. Entre 1271 e 1295, ele atravessou diversos lugares, onde observou diferentes culturas e costumes, além de ter se encantado por outras partes do mundo. Nascido em Veneza, na Itália, em 1254, Marco Polo pertencia a uma família de mercadores. Foi em uma de suas viagens de negócios que seu pai e seu tio, ambos negociantes, se encontraram com Kublai Khan, um líder mongol que governava a China. A partir daí, surgiu o convite para que eles levassem alguns presentes ao soberano chinês. Após aceitar o convite, Marco Polo e seus familiares iniciaram a grande viagem rumo à China. O trajeto foi longo, durando aproximadamente três anos, e passando por lugares como a Terra Santa, a Pérsia e a Mongólia. Durante a jornada, Marco Polo percebeu a importância da rota comercial, aprendendo sobre diferentes formas de comércio e negociação. Já na China, Marco Polo trabalhou como diplomata e como emissário da corte do Kublai Khan. Foi lá que ele aprendeu a língua chinesa e recebeu diversos presentes do imperador, além de ter observado muitas peculiaridades do país e de sua população. Entre as informações mais importantes registradas por Marco Polo em seus escritos estão as que explicam o sistema de governo chinês, como ele era organizado e como funcionava a vida do imperador. Ele também destacou o enorme comércio de porcelanas, a forma como os chineses administravam suas terras e os diversos costumes das diferentes regiões da China. Após muitos anos na China, Marco Polo retornou à Itália, onde escreveu um livro chamado "Divisament dou monde", que é atualmente conhecido como "O Livro das Maravilhas do Mundo". Esse livro é considerado um dos primeiros registros escritos de uma viagem de exploração. Em resumo, é possível dizer que a grande viagem de Marco Polo foi repleta de aventuras, aprendizados e descobertas. Ele foi capaz de vivenciar diversas culturas, interagir com diferentes pessoas e observar diferentes formas de vida e organização política. Toda essa experiência foi registrada em seu livro, que se tornou uma importante fonte de informação sobre o mundo na época em que foi escrito.