O uso dos pronomes pessoais em português

Tecnologia

Introdução

Os pronomes pessoais são elementos fundamentais na comunicação. Eles servem para substituir um substantivo na oração, evitando a repetição desnecessária do mesmo termo. O uso correto dos pronomes pessoais é essencial para uma boa comunicação, pois ajuda a evitar ambiguidades e a tornar a mensagem mais clara e objetiva.

Pronomes pessoais em português

Em português, os pronomes pessoais são os elementos que indicam a pessoa gramatical do discurso. Eles podem ser classificados segundo o seu papel na oração: sujeito, complemento direto, complemento indireto ou objeto de uma preposição.

Pronomes pessoais do caso reto

Os pronomes pessoais do caso reto são aqueles que exercem a função de sujeito na oração. São eles: eu, tu, ele, ela, nós, vós, eles, elas.

  • Eu gosto de música clássica.
  • Tu és meu amigo de infância.
  • Ele trabalha muito para sustentar a família.
  • Ela é uma excelente professora de português.
  • Nós vamos viajar nas férias.
  • Vós sois os convidados especiais da festa.
  • Eles estudam na mesma universidade.
  • Elas são irmãs e trabalham juntas.

Pronomes pessoais do caso oblíquo

Os pronomes pessoais do caso oblíquo são aqueles que exercem as funções de complemento direto, complemento indireto ou objeto de uma preposição na oração. São eles: me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes.

  • Me passa a bola, por favor.
  • Te espero na porta da escola.
  • Se cuida para não cair.
  • O professor corrigiu o exercício deles.
  • A aluna entregou seu trabalho à professora.
  • Lhe agradeci pelo presente que me deu.
  • Nos encontramos na praça da cidade.
  • Vosso pai está orgulhoso de vocês.
  • Os alunos leram o livro que o professor recomendou.
  • As meninas pediram aos pais que as deixassem ir à festa.
  • Lhes contei sobre a minha viagem ao exterior.

Uso dos pronomes pessoais em português

Existem algumas regras importantes que devem ser seguidas para o uso correto dos pronomes pessoais em português.

Uso do pronome pessoal sujeito

O pronome pessoal sujeito deve ser usado quando ele exerce a função de sujeito na oração, ou seja, quando o pronome inicia a ação da oração.

  • Eu não gosto de dormir tarde.
  • Tu és um bom aluno.
  • Ele estuda para passar no vestibular.
  • Nós vamos ao cinema hoje à noite.
  • Vós sois os responsáveis pela festa de aniversário.
  • Eles querem viajar nas férias.

Uso do pronome pessoal complemento

O pronome pessoal complemento deve ser usado quando ele exerce a função de complemento direto, complemento indireto ou objeto de uma preposição na oração, ou seja, quando o pronome complementa o verbo, o nome ou a preposição da oração.

  • Ele me ajudou a subir na árvore.
  • Eu te amo mais do que tudo na vida.
  • Nós nos divertimos muito na festa.
  • Eles nos convidaram para jantar.
  • As meninas lhe deram um abraço de despedida.
  • O aluno se queixou do professor à direção da escola.
  • Vós os vereis na reunião de amanhã.
  • Elas as encontraram na rua e conversaram por um tempo.
  • Os pais lhes compraram presentes de Natal.

Uso do pronome oblíquo átono

O pronome oblíquo átono é usado quando ele não é o sujeito da oração e não vem precedido de preposição. Ele pode ser colocado antes do verbo (próclise), depois do verbo (ênclise) ou no meio termo entre o verbo e seu complemento (mesóclise), dependendo da posição do pronome na oração e do tempo verbal em que o verbo está conjugado.

  • Me ajuda, por favor.
  • Te amo para sempre.
  • Lhe dei uma carta para entregar ao professor.
  • Nos encontramos na estação de trem.
  • Vos desejamos um bom dia de trabalho.
  • Os atletas se esforçam para alcançar os objetivos.

Uso do pronome oblíquo tônico

O pronome oblíquo tônico é usado quando ele é precedido de uma preposição ou quando se quer dar ênfase ao termo. Ele deve ser usado depois da preposição e pode ser usado também no lugar do sujeito da oração, quando se quer enfatizar a pessoa sobre a qual se está falando.

  • Comigo ninguém pode.
  • Convenci a ela da importância do assunto.
  • Ele não quis falar comigo sobre o assunto.
  • Não é culpa minha o que aconteceu.
  • A festa foi para mim um grande sucesso.
  • Nunca me esqueço de você, minha amiga.
  • Maria falou comigo sobre o seu projeto.
  • A comida deu a todos nós uma grande satisfação.

Conclusão

Neste artigo, apresentamos os pronomes pessoais em português e suas principais funções na oração. Também destacamos algumas regras importantes para o uso correto desses pronomes, visando a uma comunicação mais clara e objetiva. É fundamental que tenhamos domínio sobre o uso dos pronomes pessoais em nosso idioma, pois eles são elementos essenciais na construção das nossas mensagens e na interação social. Esperamos que este artigo tenha sido útil para ampliar o seu conhecimento sobre o uso dos pronomes pessoais em português.