Assunção

Assunção

Asunción

  Cidade  
Símbolos
Bandeira de Assunção
Bandeira
Brasão de armas de Assunção
Brasão de armas
Apelido(s) Madre de Ciudades (Mãe das Cidades)
Gentílico Assunceno (a)
Localização
Assunção está localizado em: Paraguai
AssunçãoLocalização de Assunção no Paraguai
Coordenadas 25° 16' 55" S 57° 38' 06" O
País  Paraguai
Entidade Distrito Capital
História
Fundação 15 de Agosto de 1537
Fundador Juan de Salazar y Espinosa
Administração
Conurbação Grande Assunção
Bairros 68
Intendente Óscar Rodríguez
Características geográficas
Área total 117 km²
População total (2022) 477 346 hab.
Densidade 4 079,88 hab./km²
 • Conurbação 2 343 908
Altitude 43 m
Fuso horário UTC (UTC-4)
Horário de verão UTC (UTC-3)
Cód. Telefônico +595 21
Outras informações
IDH 0,837
Sítio Municipalidad de Asunción

Assunção (em castelhano: Asunción, pronunciado: ) é a capital e a maior cidade do Paraguai. A cidade fica na margem oriental do rio Paraguai, quase na confluência com o rio Pilcomayo. O rio e a Baía de Assunção, no noroeste, separam a cidade da região ocidental do Paraguai e da Argentina, no sul da cidade. O resto da cidade é cercado pelo Departamento Central.

Assunção é uma das cidades mais antigas da América do Sul e a área continuamente habitada mais antiga da Bacia do Rio da Prata; por isso é conhecida como "a Mãe das Cidades". De Assunção, expedições coloniais espanholas partiram para fundar outras cidades, incluindo a segunda fundação de Buenos Aires, a de outras cidades importantes como Vila Rica, Corrientes, Santa Fé, Córdova, Santa Cruz de la Sierra e mais 65 outros povoados.

Administrativamente, a cidade forma um distrito capital autônomo, não fazendo parte de nenhum departamento paraguaio. A área metropolitana, denominada Grande Assunção, tem cerca de dois milhões de habitantes. Assunção é uma cidade global que tem atraido grandes investimentos, tanto em construção como em serviços, sendo assim uma das cidades da região com maior crescimento econômico.

É a sede do governo nacional, o principal porto e o principal centro industrial, político, econômico e cultural do Paraguai. Perto de Assunção fica a sede da CONMEBOL, o órgão continental que rege as associações de futebol da América do Sul. Assunção é considerada uma das cidades mais baratas do mundo para visitantes estrangeiros e a terceira capital mais segura da América Latina, atrás de Buenos Aires e Santiago, de acordo com a InSight Crime.

História

Fundação

Centro de Assunção em 1892.

A "Mui Nobre e Leal Cidade de Nossa Senhora Santa Maria da Assunção" (em castelhano: la Muy Noble y Leal Ciudad de Nuestra Señora Santa María de la Asunción) é o estabelecimento permanente mais antigo na bacia do rio da Prata fundado por Juan de Salazar y Espinosa, natural de dita vila na Espanha. A fundação do forte que daria vida à cidade de Assunção se levou a cabo no território dos carios, uma das tribos guaranis que ocupavam a região. Durante a época colonial foi um importante centro de descanso e reaprovisionamento, para aqueles que chegavam ao Rio da Prata desde Europa, atraídos pelo ouro e a prata do Alto Peru.

Assunção é conhecida como a "Mãe das Cidades" porque, durante a conquista espanhola, partiram dela várias expedições com o objetivo de fundar outras cidades do cone sul-americano, entre elas Buenos Aires (na segunda vez, após a falida tentativa de 1536), Corrientes, Santa Fe, Concepción del Bermejo, Santa Cruz de la Sierra, Santiago de Jerez e Cidade Real.

O local onde hoje localiza-se a cidade, habitado em um princípio por índios carios, foi provavelmente visitada por Juan de Ayolas na expedição ordenada por Pedro de Mendoza a partir da primeira Buenos Aires, e é por esta razão que a Ayolas se atribuía antes sua fundação; mas logo se comprovou que o forte chamado "Nossa Senhora da Assunção" foi fundado em 15 de agosto de 1537 por Juan de Salazar y Espinosa, que justamente havia ido em busca de Ayolas. Esse forte se converteu na cidade com a criação do cabildo em 16 de setembro de 1541, posto que, até então, só existia um governo de caráter militar.

Durante a época colonial, em 1731, Assunção foi o foco principal de una rebelião sob o comando de José de Antequera y Castro. Foi uma das primeiras reações contra o domínio colonial espanhol. Essa revolta fracassada ficou conhecida como a Revolta Comuneira.

Independência paraguaia

Em Assunção, os próceres da independência, na noite de 14 de maio e na madrugada de 15, estalaram o movimento revolucionário paraguaio dirigido pelo capitão Pedro Juan Caballero. Vicente Ignacio Itube, que foi um dos próceres, chegou até a residência de Bernardo de Velasco, mas este não aceitou a proposta de entregar a praça, todo o armamento e as chaves do cabildo. Então os próceres apontaram 8 canhões em frente à casa do governador e Iturbe levou uma nova intimação, impondo um prazo breve para a resposta.

Velasco compreendeu que era inútil resistir-se e se rendeu. Ao conhecer-se a rendição de Velasco, se dispararam 21 canhões e se criou uma bandeira, a qual representaria a nova nação. O povo, ao dar-se conta do ocorrido, exteriorizou sua alegria na praça. Esta foi a única declaração de independência pacífica na América do século XIX. O certo é que os espanhóis se viram impossibilitados de atacar, já que as Províncias Unidas do Rio da Prata, que enfrentavam os espanhóis, impediam todo avanço destes para o Paraguai.

Já na época independente, durante o governo de José Gaspar Rodríguez de Francia, a maior parte do centro foi demolida para refazer a planta urbana em forma de quadrícula. Logo após a Guerra da Tríplice Aliança (1865-1870), Assunção foi ocupada por tropas brasileiras e aliadas de janeiro de 1869 (feito conhecido como Saque de Assunção) até 1876.

Século XX

Ao terminar a Guerra da Tríplice Aliança, Assunção iniciou sua penosa reconstrução. A finais do século XIX, assim como a começos do século XX, começou a chegar um fluxo considerável de imigrantes procedentes da Europa e do Império otomano, o qual imprimiu à cidade uma importante alteração em seu panorama urbano; se construíram numerosas edificações e Assunção voltou a viver uma época de prosperidade que não conhecia desde antes da guerra.

Entre 1932 e 1935, o Paraguai atravessou a Guerra do Chaco e, nesse contexto, Assunção se converteu em um lugar de socorro e ajuda para os feridos da contenda. A partir de sua fundação, a cidade começou a crescer e estender-se, chegando à atualidade a formar uma grande área metropolitana, conhecida como Grande Assunção, a qual possui mais de 2 000 000 de habitantes, sobre um total de uns 7 000 000 do país.

Geografia

Corredor rodoviário do jardim botânico.

Está localizada na margem esquerda (oriental) do rio Paraguai, quase em frente a confluência deste com o rio Pilcomayo, margeando a baía de Assunção. Ao nordeste limita com a cidade de Mariano Roque Alonso, ao leste com Luque e Fernando de la Mora, e ao sul com Lambaré e Villa Elisa.

Topografia

A topografia da cidade se caracteriza por ser irregular representado pela localização de muitas colinas, dessas "sete colinas" pode-se divisar desde o rio ao chegar à cidade.

As 7 colinas de Assunção, são:

O Centro Histórico se assenta sobre uma colina, em cujo ponto mais alto se encontra a Igreja da Encarnação e conserva o plano característico das populações da época colonial.

Outra elevação importante foi o Cerro Tacumbú, mas na década dos anos 50 do século XX, começaram os trabalhos de exploração deste para a pavimentação das ruas de Assunção. Hoje em dia apenas restou uma laguna a consequência da impossibilidade de sucção das águas por parte das rocas que ali ficaram. A pedreira deixou de funcionar devido à urbanização da zona. Sua cota atual é de 90 m sobre o nível do mar.

O ponto mais elevado de Assunção é o Cerro Lambaré com seus 136 m, este cerro se encontra rodeado por uma pequena massa florestal.

Hidrografia

Ponte Héroes del Chaco sobre o rio Paraguai, que liga Assunção a Nueva Assunção.

O rio Paraguai é o corpo de água mais importante da cidade, já que através deste desenvolveu o comércio fluvial, e também é um grande atrativo turístico.

A baía de Assunção está separada do grande rio Paraguai pelo Banco San Miguel, uma estreita península de terras baixas que se localiza no limite de duas distintas regiões geográficas e ecológicas, do Paraguai: o Chaco Úmido e o Bosque Atlântico do Alto Paraná.

Outros corpos de água importantes são: os arroios Pozo Colorado, De los Patos, Ycuá Sati e Jaén. Todos estes correm escondidos sob o pavimento de Assunção e desembocam no rio.

Biogeografia

As áreas biogeográficas de Assunção estão separadas em duas, as quais são a zona da baía e a zona interior.

A zona interior estava coberta de frondosos bosques que formavam parte do Bosque Atlântico do Alto Paraná, estes superavam facilmente os 40 m de altura, entre as espécies florestais comuns encontramos ao Helecho arborescente ou Chachï (Alsophyla atrovirens), ao Lapacho rosado (Tabebuia heptaphylla), ao Yvyra pytä (Peltophorum dubium), ao guatambú ou yvyra ñeti (Balfourodendron riedelianum), o cedro ou ygary (Cedrela fissilis), etc. Enquanto que entre os animais de grande porte que viviam no área que atualmente é Assunção encontravam-se o jaguar (Panthera onca), o tapir (Tapirus terrestris), a águia-harpia (Harpia harpyja), o mono-capuchino (Cebus apella), etc. Os últimos remanescentes deste grande ecossistema se podem apreciar no Jardim Botânico e Zoológico de Assunção e nos arredores do Cerro Lambare, nestes lugares ainda se podem encontrar animais de médio e pequeno porte como o Tucano toco (Ramphastos toco), o Teyu Guasu (Tupinambis teguixin), a zarigüeya (Didelphis albiventris), a Urraca (Cyanocorax chrysops), o Masakaragua'i ou Cucucucha (Troglodytes aedon), etc. Enquanto que algumas aves de pequeno porte como o cardeal (Paroaria coronata), a tortóla (Zenaida meloda), o Chingolo ou Cachilito (Zonotrichia capensis), o Jilguero Dourado (Sicalis flaveola), Sajyvy ou Celestino comum (Thraupis sayaca), etc, convivem na zonas densamente povoadas, como os Pombo-comum, a qual é uma espécie invasora que se esta reproduzindo a um ritmo acelerado, causando estragos as fachadas dos edifícios e em alguns casos substituindo a avifauna local.

Busto de Gandhi às margens do Rio Paraguai.

Por outro lado, a zona da baía tem uma superfície aproximada de 375 ha. e se localiza a apenas 2 km. do centro de Assunção. É um dos sítios mais importantes de parada durante o percurso das aves migratórias neárticas e austrais. A Baía de Assunção conta com uma amplia variedade de hábitats, ainda que a disponibilidade dos mesmos altere ao longo do ano como resultado das grandes flutuações estacionais no nível das águas do rio Paraguai, a profundidade e extensão da inundação da baía varia consideravelmente. Durante o inverno austral, quando as águas estão abundantemente altas, a baía está em grande parte sob a água, mas para o final da estação quando o nível da água cai, aparecem as praias arenosas e argilosas (marismas). Si as águas continuam retrocedendo, a maioria de as marismas se secam e se tornam em pradariaes alguns dos quais se mantém úmidos. Um total de 258 espécies de aves tem sido registradas, incluindo 7 espécies em perigo de extinção a nível mundial e 28 espécies que nidificam na América do Norte e migram hasta o Sul da América do Sul. Mais de 3% da população global de uma delas, o Playerito Canela (Tryngites subruficollis), passam pela baía durante sua migração para o Sul, convertendo a Baía de Assunção em uma Área Importante para Preservação de Aves (IBA).

Clima

Vista da vegetação do Jade Park.

O clima de Assunção é subtropical úmido (Cfa de acordo com a classificação climática de Köppen-Geiger), com as quatro estações do ano relativamente definidas. A temperatura média anual é de 23 °C; o verão é quente com precipitação e o inverno é agradável com redução moderada da precipitação. Ao longo do ano, normalmente, a temperatura mínima nos meses mais frios é de 13 °C e a temperatura máxima nos meses mais quentes é de 34 °C e raramente são inferiores a 5 °C ou superiores a 38 °C.

A época mais chuvosa é o verão, quando se desenvolvem tormentas, às vezes muito intensas, que ocasionam grandes acumulados de chuva em um curto período de tempo; a elevada umidade desta época torna o tempo muito abafado. A sensação térmica pode superar facilmente os 40 °C nos meses de primavera e verão. Durante o outono e inverno, a massa de ar tropical continental (mTc), que é quente e seca, ganha força sobre a cidade. Entretanto, devido a sua localização geográfica, massas de ar polar mais fortes conseguem avançar, levando chuva (por conta de seu sistema frontal - frente fria) e queda acentuada nas temperaturas (que se baixas o suficiente, podem causar geadas).

Dados climatológicos para Assunção (1971-2000)
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 42,0 39,6 39,6 36,4 34,4 33,5 34,7 37,4 39,6 39,2 40,2 41,7 42
Temperatura máxima média (°C) 33,5 32,6 31,6 28,4 25,0 23,1 23,2 24,8 26,4 29,2 30,7 32,3 28,2
Temperatura média (°C) 27,5 26,9 25,9 22,8 19,8 17,9 17,6 18,6 20,5 23,2 24,9 26,5 22,7
Temperatura mínima média (°C) 22,8 22,3 21,3 18,6 15,7 13,8 13,1 14,3 15,9 18,6 20,1 21,8 17,9
Temperatura mínima recorde (°C) 12,4 12,5 9,4 6,8 2,6 −1,2 −0,6 0 3,6 7 8,8 10 −1,2
Precipitação (mm) 147,2 129,2 117,9 166 113,3 82,4 39,4 72,6 87,7 130,8 164,4 150,3 1 401,2
Dias com precipitação (≥ 1 mm) 8 7 7 8 7 7 4 5 6 8 8 8 83
Umidade relativa (%) 68 71 72 75 76 76 70 70 66 67 67 68 70
Horas de sol 276 246 254 228 205 165 195 223 204 242 270 295 2 803
Fonte: World Meteorological Organization
Fonte 2: NOAA e Danish Meteorological Institute (horas de sol)

Demografia

Avenida Molas López, uma das áreas residenciais em crescimento.

Segundo o último Censo em 2022, a cidade tem uma população de 477 346 habitantes e uma média de 4 079,88 habitantes por quilôemtro quadrado. As cidades periféricas pertencentes a Grande Assunção tem absorvido a maior parte da população devido ao baixo custo da terra e o fácil acesso a capital. Somadas, ultrapassam os 2 milhões de habitantes. Está dividida em 68 bairros, sendo os mais populosos San Pablo, Roberto L. Pettit e Obrero.

Entre 1962 e 2002 a capital do país registrou um incremento de quase o triplo de habitantes, e é atualmente a única cidade do Paraguai em contar com quase 500 mil habitantes, ultrapassando a outros grandes centros urbanos como Ciudad del Este, Encarnación e San Lorenzo. Mas atualmente a taxa de crescimento demográfico esta descendendo detido a que a maioria dos imigrantes se estabelecem nas cidades periféricas. Anualmente a população aumente 0.74%.

Na cidade predomina a população feminina, como é característico em áreas urbanas, que se constituem em pólos de atração pelas melhores oportunidades de emprego que se brindam as mulheres. A estrutura demográfica por trechos de idade revela que mais da metade da população da capital pertence ao grupo dos menores de 30 anos.

Apenas 2% dos habitantes de Assunção não tem registro de nascimento, enquanto que os que não possuem Cédula de Identidade superam os 10%. Por outra parte, 212 indígenas residem nesta metrópole. Cabe destacar que Assunção é considerada multicultural.

O idioma mais falado em Assunção é o espanhol (60,9%), seguido do Jopará (27,4%) e do Guaraní (10,1). Outras línguas registram uma presença de 1,5% na população.

Governo

Relações internacionais

Segurança pública

Assunção encabeça a lista das capitais mais seguras da América do Sul, segundo um estudo da consultora norte-americana Mercer, esta cidade ocupa lugares superiores a Montevidéu e Santiago e similares a Atlanta (Estados Unidos) em um ranking de 215 cidades.

Assunção anteriormente não contava com Polícia própria. Por ser um município independente, a legislação paraguaia não estabelece a criação de corpos policiais por distritos. Toda a segurança pública era resguardada pela Polícia Nacional. Mas, em 23 de dezembro, a primeira lei promulgada pelo intendente municipal Arnaldo Samaniego criou a Polícia Municipal da Cidade de Assunção, tendo em conta que uma das prioridades de seu programa de governo é a segurança cidadã. Atualmente a Polícia Municipal de Assunção está formada por 52 efetivos policiais. A cidade conta com um Palácio de Justiça e tribunais independentes.

Subdivisões

Assunção esta organizada territorialmente em distritos e estes agrupam por sua vez aos diferentes bairros. Os 6 distritos que formam a cidade de Assunção são:

Distritos de Assunção Bairros de Assunção Os 68 bairros de Assunção
N.º Bairro Distrito N.º Bairro Distrito N.º Bairro Distrito N.º Bairro Distrito
1 Banco San Miguel San Roque 2 Bañado Cará Cará Trinidad 3 Bella Vista Trinidad 4 Botánico Trinidad
5 Cañada del Ybyray Trinidad 6 Carlos A. López La Encarnación 7 Las Lomas (Carmelitas) Trinidad 8 Catedral La Catedral
9 Ciudad Nueva San Roque 10 Dr. Francia La Encarnación 11 La Encarnación La Encarnación 12 General Caballero San Roque
13 General Díaz La Catedral 14 Herrera La Recoleta 15 Hipódromo La Recoleta 16 Itá Enramada Santa María
17 Itá Pytã Punta La Encarnación 18 Jara San Roque 19 Jukyty Santa María 20 Los Laureles La Recoleta
21 Loma Pytá Trinidad 22 Madame Lynch Trinidad 23 Manorá Trinidad 24 Mcal. Estigarribia La Recoleta
25 Mariscal López San Roque 26 Mbocayaty Trinidad 27 Mburicaó San Roque 28 Mburucuyá Trinidad
29 Las Mercedes San Roque 30 Nazareth La Recoleta 31 Ñu Guazú Trinidad 32 Obrero La Catedral
33 Pinozá San Roque 34 Recoleta La Recoleta 35 Republicano Santa María 36 Ricardo Brugada (Chacarita) San Roque
37 Roberto L. Pettit La Catedral 38 Sajonia La Encarnación 39 Salvador del Mundo Trinidad 40 San Antonio La Encarnación
41 San Blas Trinidad 42 San Cayetano La Catedral 43 San Cristóbal La Recoleta 44 San Jorge La Recoleta
45 San Juan San Roque 46 San Pablo La Recoleta 47 San Roque San Roque 48 San Vicente San Roque
49 Santa Ana La Catedral 50 Santa Librada Santa María 51 Santa María La Recoleta 52 Santa Rosa Trinidad
53 Santísima Trinidad Trinidad 54 Santo Domingo Trinidad 55 Silvio Pettirossi San Roque 56 Tablada Nueva Trinidad
57 Tacumbú La Encarnación 58 Tembetary La Recoleta 59 Terminal La Recoleta 60 Villa Aurelia La Recoleta
61 Villa Morra La Recoleta 62 Virgen de Fátima Trinidad 63 Virgen de la Asunción Trinidad 64 Virgen del Huerto San Roque
65 Vista Alegre San Roque 66 Ycuá Satí La Recoleta 67 Ytay La Recoleta 68 Zeballos Cué Trinidad

Economia

Avenida Aviadores del Chaco.

Assunção é o centro econômico do Paraguai, seguida por Ciudad del Este e Encarnación. Nesta cidade, as mais importantes empresas, comércios e grupos inversores têm escritórios.

A distribuição da população economicamente ativa varia segundo os sectores econômicos e indica que esta população participa fundamentalmente no sector terciário (comércio e serviços), ocupando a 8 de cada 10 indivíduos. O setor secundário (indústria e construção) concentra 16% dos economicamente ativos, enquanto que a participação no setor primário (agricultura e pecuária) é praticamente nula, já que Assunção é uma área estritamente urbana.

A respeito ao comércio, cabe ressaltar que este rubro se tem desenvolvido consideravelmente nos últimos anos, mudando do centro histórico par os bairros residenciais, onde se estendem shoppings, centros de compras e passeios comerciais. Esta tendência vem crescendo.

Importantes bancos internacionais tem suas sedes do país, aqui na capital, entre eles encontramos o Citibank, o Banco Itaú, o HSBC, o BBVA, etc. Enquanto que entre os bancos da capital paraguaia encontramos o Banco Nacional de Fomento, o Banco Familiar, o Banco Amambay, o Banco Regional, ao Visión Banco, etc.

Por vez, o Banco Central do Paraguai tem também sua sede nesta cidade. Sua missão é preservar e velar pela estabilidade do valor da moeda, promover a eficácia e estabilidade do sistema financeiro e cumprir com seu rol de banco de bancos e agentes financeiros do Estado. Para ele dispõe de diversas atribuições em matérias monetárias, financeiras, créditos e de câmbios internacionales. Os gastos municipais pressupostos e executados em Assunção acendiam os $544.441 milhões no ano de 2008. Desta soma foram executados $408.364 milhões o saldo de $136.077 milhões foi transferido ao seguinte ano pressuposto.

Tem-se realizado sondas por 144 cidades do planeta para averiguar qual é a mais barata para o pessoal estrangeiro. A sonda revelou que Assunção é a mais barata e sustenta o título por quinto ano consecutivo.


Cultura

Centro Cultural Paraguaio Japonês. O museu Juan Sinforiano Bogarín, rico em coleções de talhas jesuíticas e franciscanas. Panteão Nacional dos Heróis. Bandeiras da guerra paraguaia no Instituto Histórico e Museu Militar. Catedral Metropolitana de Assunção. A Estação Central de Ferroviária "Carlos Antonio López" é uma joia arquitetônica de Assunção O Palácio de Governo, com sua iluminação artística. Teatro Municipal Ignacio A. Pane.

Assunção é a cidade com maior atividade cultural do Paraguai. Nela se encontram vários teatros como o Teatro Municipal Ignacio A. Pane o qual é o centro das atividades culturais, teatrais e artísticas. Foi construído em 1843 sob o mandato de Carlos Antonio López e a última concerto foi em 1997.

A cidade também conta com numerosas bibliotecas, entre as quais estão a Biblioteca Publica Municipal "Augusto Roa Bastos", a Biblioteca Nacional e a Biblioteca Agrícola Nacional.

Museus

Os museus de Assunção e seus aos redores são, em geral, pequenos. Em compensação, a ampla variedade de seu patrimônio permitiu a criação de uma grande quantidade de pequenas salas que brindam ao visitante à oportunidade de conhecer a história do país através das expressões artísticas nelas contidas.

Periódicos

Os jornais de maior circulação em Assunção são: ABC Color, Ultima Hora, La Nación e Popular. O ABC Color e o Popular são os de melhor reputação.

Capital Americana da Cultura 2009

A cidade de Assunção foi designada pelo Bureau Internacional de Capitais Culturais como Capital Americana da Cultura de 2009. O anúncio foi dado em 28 de outubro de 2009 por Xavier Tudela, presidente do Bureau, que tem sua sede em Barcelona, na Espanha. Deste modo, Assunção relevou como referente cultural das Américas a Brasília, capital do Brasil, a partir de 1 de janeiro de 2009.

Na apresentação do Programa Assunção 2009, a ex-intendenta Evanhy de Gallegos, expressou o seguinte:

Por fim vamos a iniciar esta grande Capital Americana da Cultura 2009. Estamos trabalhando para que a cultura assuncena e paraguaia seja conhecida em todo o mundo.

Para vez, na apresentação do programa da cidade capital cultural foi anunciado a grande Gala que se levou a cabo domingo, 22 de março, na Praça da Democracia, a partir das 20:00. Em dita gala se apresentaram o Balé Clássico e Moderno Municipal, a Orquestra Sinfônica da cidade de Assunção, o Grupo Ñamandu e a Banda Folclórica Municipal. A gala teve uma grande assistência, a qual foi assistida também pelo Presidente do Bureau Internacional de Capitais Culturais, Xavier Tudela.

A Capital Americana da Cultura Assunção 2009, teve aproximadamente quatro mil atividades culturais, entre elas podemos citar concertos, festivais, encontros internacionais, feiras, etc.

Educação

Reitoria da Universidade Nacional de Assunção na Avenida España.

A taxa de alfabetização na cidade é de cerca de 95%, a mais alta no país. O número de escolas duplicou na cidade desde 1982; já o número de estudantes duplicou desde 1962.

Assunção tem uma vasta gama de escolas públicas e privadas. Seus maiores colégios são o Colégio Técnico Nacional de Assunção (O de maior nível acadêmico entre colégios públicos do Mercosul), Escola Nacional de Comércio, Presidente Dr. Manuel Franco, Colégio Nacional da Capital (uma das escolas mais antigas da cidade, fundada depois da Guerra do Paraguai em 1877) e o Colégio Nacional Assunção Escalada (Públicos). As instituições privadas de maior prestígio são: O Colégio e Escola Técnica Sagrado Coração de Jesus - "Salesiano", O Colégio Experimental Paraguai Brasil (subvencionado pela UNA) também conhecido como C.E.P.B., o Santa Clara, o Internacional, o Goethe (escola alemã), o Colégio Alemão Concordia, o Americano e o Pan American International School, o Cristo Rei (escola jesuíta), o São José (escola católica), As Teresas, São Inácio de Loyola, Imaculado Coração de Maria, Gutenberg, o Colégio Dante Alighieri (escola italiana) e o Colegio Chiang Kai Shek (escola chinesa)..

As principais universidades são a Universidade Nacional de Assunção tem seu principal campus próximo do centro da cidade de San Lorenzo, além de outras universidades privadas como a Universidade Columbia do Paraguai, a Universidade del Pacifico Privada, a Universidade Autônoma de Assunção, a Universidade Americana e a Universidade Católica Nossa Senhora da Assunção, privada e dirigida pela Igreja Católica, localizada no centro da cidade, próximo da Catedral, e tem um campus próximo à cidade de Lambaré.

Patrimônio Cultural Material

A eleição dos 7 tesouros do Patrimônio cultural Material de Assunção tem-se desenvolvido durante os meses de abril e maio de 2009. Promovida pela Organização da Capital Americana da Cultura, com a colaboração das autoridades paraguaias que participaram na eleição, se tem levado a cabo com a vontade de divulgar o patrimônio cultural material de Assunção de uma maneira didática, pedagógica, lúdica e, a vez, motivar a visita dos lugares propostos e eleitos e estabelecer uma nova rota turística que permita aos próprios paraguaios e aos visitantes conhecer de maneira sintética a riqueza patrimonial da Capital Americana da Cultura 2009.

Um total de 45 candidaturas tem optado a converter-se em um dos tesouros do Patrimônio Cultural Material de Assunção. El resultado da votação, no qual teve participação de 12.417 pessoas, é o seguinte:

Pontos turísticos

Jardim Botânico. Bairro Carmelitas. Parque Eligio Ayala, em frente ao congresso nacional.

Pontos Turísticos de Assunção:

Esportes e espetáculos

O futebol é o deporte mais praticado no Paraguai, sendo Assunção o principal foco de difusão desta modalidade.

Os clubes esportivos mais importantes da capital são: Cerro Porteño, Olimpia, Libertad, Guaraní, Club Nacional. Outros clubes de Assunção: Lista de clubes de futebol do Paraguai.

O Estádio Defensores del Chaco, é o principal estádio do país, está localizado no Bairro Sajonia. Sua condição de estádio nacional e sua grande capacidade fazem que seja utilizado para numerosos eventos culturais e concertos. O mesmo abrigou as partidas da Copa América 1999, da edição de 1975, edição de 1979 e da edição de 1983. Também sediou o Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-16 de 2004, o Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-17 de 1991 e a edição de 1997, além do Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-19 de 1967, a edição de 1971, a edição de 1985 e a edição de 2007.

Tecnologia e Telecomunicações

Assunção é o núcleo tecnológico do país. Desde a capital se prevêem numerosos serviços básicos de telefonia básica, celular e internet, além de serviços agregados de televisão digital, modos de F.O. e serviços VoIP, que se distribuem a toda a república.

O acesso público a Internet é gratuito em certas praças e espaços recreativos.

Infraestrutura

Paisagem urbana de Assunção com o beira-rio.

Assunção concentra a principal infraestrutura política, econômica, social, recreativa e cultural do país. O desenvolvimento urbano começou a finais do século XIX, onde a importante presença de europeus trouxe consigo um remodelamento urbano e estético na cidade, com as construções de numerosos edifícios e casas, mantidos até hoje sob o amparo de uma ordem municipal que impede grandes alterações ou demolições. A cidade apresenta atualmente um desenvolvimento urbano médio-alto, em comparação com a quantidade de habitantes e seu nível de vida. A cobertura de água potável e energia elétrica chegam quase a 100% da cidade.

Planejamento urbano

Atualmente a cidade capital do Paraguai esta atravessando por uma série de transformações que estão implementando o governo do país em cooperação com a municipalidade do município e o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), isto alterará para sempre o urbanismo desta capital. Todos estes projetos foram criados para embelezar a cidade de Assunção, a qual será ponto de festejos do Bicentenário do Paraguai.

As obras mais ressaltantes são:

Eixo Ministerial do Porto de Assunção.

Transportes

Autoestrada Ñu Guazú. Aeroporto Internacional Silvio Pettirossi.

A infraestrutura viária se tem mantido durante vários períodos de tempo sem alterações significativas. As principais vias de acesso à cidade são avenidas e em menor medida autopistas e viadutos. A Av. Mariscal López conecta a capital com o município vizinho de Fernando de la Mora e atravessa por duas grandes zonas: o Bairro de Villa Morra e o Centro Histórico da Cidade; a Av. General Santos é uma importante via de acesso à capital, a utilizam majoritariamente os habitantes da vizinha Lambaré; em tanto a Av. Eusebio Ayala é utilizada fundamentalmente pelo transporte público (ônibus) em horas pico, devido a grande quantidade de pistas disponíveis. O viaduto Acesso Sul conecta com o Mercado de Abasto, importante centro de provisão e a Av. Madamme Lynch junto ao núcleo conformado pela Av. Aviadores del Chaco, no limite com Luque e o Aeroporto, em seu passo pelo distrito financeiro.

A cidade conta com um Terminal de Ônibus que se encarrega de recepcionar e interconectar aos ônibus de média distância provenientes de cidades do interior, ainda que sua principal função seja o embarque e desembarque de linhas internacionais. Nele operam mais de 115 empresas de transporte público com aproximadamente 1350 saídas por dia.

Este movimento faz com que pelo Terminal passem diariamente umas 25.000 pessoas, incrementando-se este número durante os fins de semana para 30.000 pessoas e nos dias festivos, como Caacupé, Semana Santa e fim de ano, para a cifra de 55.000 pessoas por dia.

O Aeroporto Internacional Silvio Pettirossi é o aeroporto mais importante do país, com a maior atividade e quantidade conexões, se encontra próximo a Assunção, na cidade de Luque, a 10 minutos do centro da capital. Têm voos diários para as principais cidades de América do Sul.

Os acessos rodoviários para chegar a Assunção são a Rota 1, que vai em direção ao sul (Encarnación), a Rota 2, em direção ao Paraná (Coronel Oviedo), a Rota 3, em direção a Mato Grosso do Sul (Bella Vista Norte)e a Rota 9, também conhecida como Transchaco, em direção a Mariscal José Félix Estigarribia.

Saúde

Assunção é sede dos grandes centros médicos de todo o país. Os lugares que brindam atenção primária da saúde são mais de 50 na atualidade. A Saúde Pública é dependente do Estado e totalmente gratuita. Mediante uma resolução promovida pelo Presidente Fernando Lugo em dezembro de 2009, a gratuidade rege para todo país. Isto tem possibilitado que mais pessoas pudessem ter o acesso aos diferentes serviços de saúde, que van desde consultas ambulatórias hasta intervenções de alta complexidade em hospitales públicos.

Importantes sanatórios privados e centros de alta complexidade oferecem seus serviços. Nesta capital funcionam o Centro de Emergências Médicas, o Hospital das Clínicas, o Hospital Militar, Instituto de Previsão Social, Hospital da Polícia Rigoberto Caballero, entre outros.

Ver também

Ver também

Referências

  1. «Asunción». www.cideu.org. CIDEU España. Consultado em 11 de abril de 2022. Arquivado do original em 27 de maio de 2012 
  2. «Paraguay: cómo Asunción se convirtió en "madre" de más de 70 ciudades de Sudamérica hace 480 años». www.bbc.com. BBC News Mundo. Consultado em 11 de abril de 2022. Arquivado do original em 27 de maio de 2012 
  3. «Special Report: Investing in Paraguay». www.ft.com. Financial Times. Consultado em 11 de abril de 2022. Arquivado do original em 27 de maio de 2012 
  4. «Asunción, la más rentable para invertir, según Financial Times». www.lanacion.com.py. La Nación Paraguay. Consultado em 11 de abril de 2022. Arquivado do original em 27 de maio de 2012 
  5. «The 18 cheapest cities in the world». Consultado em 28 de fevereiro de 2018. Cópia arquivada em 22 de fevereiro de 2018. With a score of 51, Paraguay's capital is the second cheapest place in South America to live, with only the chaotic, hyperinflation-stricken Caracas costing less. 
  6. «Balance de homicidios en las capitales de América Latina en 2019». www.insightcrime.org (es). InSight Crime. Consultado em 11 de abril de 2022. Arquivado do original em 27 de maio de 2012 
  7. «. : BIENVENIDOS AL PORTAL DE LA CIUDAD DE ASUNCION : .». www.mca.gov.py. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  8. «La Independencia de Paraguay | La guía de Historia». www.laguia2000.com. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  9. «Historia de Asunción ,Asunción, Paraguay - Asunción.com: El punto com oficial de Asunción, Paraguay». www.asuncion.com. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  10. «Historia de Asuncion». www.mca.gov.py. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  11. «Los arroyos que corren escondidos bajo el pavimento de Asunción - Edicion Impresa - ABC Color». www.abc.com.py. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  12. «Palomas arruinan el paisaje urbanístico - Edicion Impresa - ABC Color». www.abc.com.py. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  13. «HOME». www.guyra.org.py. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  14. «Clima, condições meteorológicas e temperatura média por mês de Assunção (Paraguai) - Weather Spark». pt.weatherspark.com. Consultado em 14 de outubro de 2022 
  15. ftp://dossier.ogp.noaa.gov/GCOS/WMO-Normals/RA-III/PY/86218.TXT
  16. http://www.abc.com.py/edicion-impresa/suplementos/escolar/el-clima-del-paraguay-858787.html
  17. «World Weather Information Service - Asuncion» (em inglês). World Meteorological Organization. Consultado em 8 de novembro de 2012 
  18. «ASUNCION Climate Normals 1961-1990». National Oceanic and Atmospheric Administration. Consultado em 8 de novembro de 2012 
  19. «Paraguay - Asuncion (pg 208)» (PDF) (em dinamarquês). Danish Meteorological Institute. Consultado em 18 de dezembro de 2012 
  20. «O Paraguai tem 6.109.644 habitantes, segundo o último Censo» (em espanhol). ABC Color. Consultado em 17 de setembro de 2023 
  21. «Cancillería. Secretaria de Relações Exteriores. Assuntos Federais e Eleitorais. Irmanamentos» 
  22. «Documento de declaração de irmanamento entre as capitais latinoamericanas» (PDF). Municipalidade de Madrid, URL último. 18 de novembro de 2007 
  23. «Irmanamento da cidade de Assunção e Puebla de Zaragoza México Interparaguay». interparaguay.blogspot.com 
  24. «Cidades mais seguras». El País. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  25. «. : BIENVENIDOS AL PORTAL DE LA CIUDAD DE ASUNCION : .». www.mca.gov.py. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  26. «Mapa Catastral de Asunción». Municipalidad de Asunción. Consultado em 23 de diciembre de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  27. «Lista de todos los bancos de Paraguay en Info Centro 24». www.info-centro-24.com. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  28. «BCP - Banco Central del Paraguay». www.bcp.gov.py. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  29. «BBC Mundo | Economía | Asunción, la ciudad más barata del mundo». news.bbc.co.uk. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  30. «Guía de museos de Asunción - Articulos - ABC Color». www.abc.com.py. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  31. «Museos». www.uninet.com.py. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  32. «PARAGUAY: Museo de las Memorias: Dictadura y Derechos Humanos - Proyecto Desaparecidos: Notas». desaparecidos.org. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  33. «Turismo». www.mca.gov.py. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  34. «Asunción, capital americana de la cultura 2009 - Espectaculos - ABC Color». www.abc.com.py. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  35. «La Capital Americana de la Cultura: noticias». www.cac-acc.org. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  36. «Turismo en Asunción, capital de Paraguay | Livingviajes.com». livingviajes.com. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  37. «Nuestros Productos». www.quickguide.com.py. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  38. «COPACO S.A. - Códigos de Área». web.archive.org. 20 de dezembro de 2008. Consultado em 15 de novembro de 2021 
  39. a b «Paraguay mejorará infraestructura urbana y transporte público: BID - Banco Interamericano de Desarrollo». www.iadb.org. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  40. «Setama | Sitio Web». web.archive.org. 4 de maio de 2016. Consultado em 15 de novembro de 2021 
  41. «Asuncion, area metropolitana. Líneas nacionales, departamentales, municipales, del transporte de pasajeros, bus, buses, colectivos, ómnibus». www.bus-america.com. Consultado em 15 de novembro de 2021 
  42. «.:Terminal de Omnibus de Asunción:.». www.mca.gov.py. Consultado em 22 de novembro de 2014 
  43. Dalles, Paola (14 de maio de 2013). «Rutas del Paraguay - Edicion Impresa - ABC Color». www.abc.com.py (em espanhol). ABC Color. Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  44. «Mapa del Paraguay - Red vial 2018». www.mopc.gov.py (em espanhol). MOPC - Ministerio de Obras Publicas y Comunicaciones del Paraguay. Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  45. «MOPC elabora mapa actualizado de rutas del Paraguay». ultimahora.com (em espanhol). Ultima Hora. 7 de março de 2014. Consultado em 1 de fevereiro de 2019 

Ligações externas